24 de out de 2013

Admission

Sabe aquele momento que você lê um livro, e vai ser lançado o filme, então bate aquela curiosidade sobre o ator que irá fazer determinado personagem... Pois é, o livro agora é a culpa é das estrelas e a vitima o Nat Wolff (que fará Alec, amigo de August em TFIOS), já que o personagem eu já gosto, agora é conhecer os projetos do ator, porque pelos vídeos dele e Ansel cantando Penny lane você já se apaixona.
Então o primeiro filme que assisti com ele é admission. O legal é que procurei por um filme com ele e achei outros atores legais como Tina Fey (para quem assistiu meninas malvadas, ela é a professora); Paul Rud (que está em As patricinhas de Beverly Hills e Nunca é tarde para amar) além de MICHAEL SHEEN. Porque tanto enfase nele? Simples, ele faz Aro Voturi na saga twilight e tenho amor ao meu cast.
Admission é um filme de drama e comédia. Conta sobre Portia Nathan (Tina Fey) que trabalha no escritório de candidaturas de uma grande universidade, onde luta por uma nova promoção. Ela tem uma ótima vida e um relacionamento com Mark (Michael Sheen), além de não ter uma das melhores relações com sua mãe Susannah (Lily Tomlin), sem contar que não faz a minima ideia de quem seja seu pai graças as antigas aventuras da mãe, quando um cara que ela não vê faz tempo e estudou junto, John Pressman (Paul Rudd), a convida para visitar o colégio que trabalha e comenta sobre uma aluno, Jeremiah (Nat Woldd), que ele imagina ter potencial para entrar nesta faculdade, e depois, como uma bomba revela que o motivo mais forte por ele ter a chamado ali, é por acreditar que Jeremiah seja filho dela, aquele que ela deu a doação quando jovem. Portia começa a conhecer e criar um carinho por Jeremiah além de criar esperanças e tentar o ajudar na tentativa de entrar nesta privilegiada faculdade. A história se desenvolve ai com decepções, esperança, e sim, romance.

Admission não é o tipo que você assisti e simplesmente ama e entra na sua lista de favorito, ele é do tipo que você assiste num momento de distração, ou talvez pelo acúmulo de atores bons, é de certa forma leve. Quando falo que ele tem comédia, não quero dizer que irá gargalhar, mas que há humor. Tem pontos interessantes e reflexivos, além da compaixão que há durante o filme. Então, sabe aquele momento, a tarde ou no fim de semana que você quer assistir um filme leve, sozinho ou com os amigos, ele é perfeito.
Para assistir online: http://megafilmeshd.net/admission/